Homenagem à amiga e mestre Ayne

Foto de Denise Zenco/UnitoledoÉ difícil encontrar um chefe que consiga reunir tantas qualidades. É difícil encontrar um bom amigo. Mas encontrei a Ayne Salviano.

Acho que a melhor palavra para defini-la durante o tempo em que foi coordenadora do curso de Jornalismo do Unitoledo é respeito. Nunca vi alguém respeitar tanto seus comandados como ela.

A Ayne não pára nunca. Além de cuidar dos filhos e dar muito amor para o maridão Maurício, dava aulas com a maestria de alguém há tantos anos ensinando, coordenava vários professores e vivia criando, tendo idéias, procurando melhorar o curso, atender melhor os alunos.

Nesta semana que passou, a Ayne deixou a coordenação de Jornalismo. Decidiu cuidar mais da família e dar menos aulas. Uma perda para tantos amigos-fãs que criou durante todos este anos. A notícia me deixou muito chateado, mas a admiro ainda mais por valorizar seus entes queridos e reduzir a correria.

Ainda não consegui conversar pessoalmente com ela para lhe dizer o quanto a admiro, o quanto aprendi nestes anos ao seu lado, no quanto me senti valorizado com seu respeito e atenção.

Obrigado, Ayne. Por existir, por me considerar seu amigo, por receber minha família em sua casa, por ouvir seus alunos e professores nos piores momentos, por ser tão atenciosa com todos e com tudo.

À Karenine Miracelly, que assume o cargo, todo meu respeito e desejo de sucesso.
Pérolas dos amigos

Quem é o Hamilton?
Do jornalista Carlos Alberto Tilim, veterano repórter esportivo, quando perguntei para ele se publicaria foto do Lewis Hamilton, piloto inglês da Fórmula 1.

Ele estava tomando coquetel molotov
Da jornalista Suzy Faria, ao vivo, no programa de rádio/TV Cidade Aberta, ao falar de alguém que estava estava tomando coquetel anti-aids.

Adoro viajar com o pessoal da terceira idade só para ser chamada de menina
Da jornalista Maria Antônia Dario, que tá se achando muito velhinha, durante conversa com amigos na Redação.
A Gi Ábrego faz anos

Hoje (5) é um dia muito especial para minha amiga Gi Ábrego, leitura assídua deste blog: ela completa 29 aninhos de muita luz para as pessoas que estão à sua volta.

Na foto, quando ampliada, ela aparece ao lado do maridão Dani.

Conheci a Gi na faculdade. Aliás, ela é uma das melhores pessoas que já conheci nesta vida.

Uma das suas maiores virtudes é conversar. Diga "oi" para ela e está perdido. Ela conversa com você o resto do dia!!!!

Putz, ela vai me bater por ter escrito isto de novo aqui! Brincadeira, viu, você não conversa muito não, é só um pouquinho!!! rs rs

Te adoro, Gi, do fundo do meu coração!!!

Ah, já ia me esquecendo: ela já está fazendo pós-graduação! Parabéns!!
A Rejane e seu vaso

Adoro fuçar no Orkut dos meus amigos. Sempre acho alguma coisa interessante.

Veja a foto: um flagrante da Rejane Zamboni, minha ex-aluna e futura jornalista renomada em Araçatuba e região, em um momento de descontração em seu vaso sanitário, esvaziando seus sentimentos...

Que imagem sensual!! rs rs E olha o jornal ao lado: é o caderno de cultura da Folha da Região!
A Bruncão faz anos

A Luciana 'Fala-chefe' Brunca, a quem chamo carinhosamente de Bruncão, completa hoje (5) 41 anos de idade... Quando o Marcelo Espinoza ler este texto, vai dizer:

- Só isso? Pensei que era mais velha! rs rs

Tá bom, Brunca, 31 anos... Fica triste não, logo logo você será uma quarentona... rs rs

Na foto, um flagrante do Xandão 'Atchu' Souza, ela reclama do chulé muito grande durante uma entrevista... E confessa que já passou até limão com vinagre para acabar com o furdunço, mas não adiantou.

É porque você não me perguntou. Eu tenho uma ótima receita: água e sabão!!! rs rs ...
Passamos dos 50 mil acessos!

Para pagar o mico de fazer uma animação com dancinha só por um bom motivo: nosso blog ultrapassou os 50 mil acessos!!!

É muita alegria! Merece uma dancinha, não é verdade!

Obrigado pela força, pelo acesso, pelos comentários, pelas críticas.

Enfim, obrigado por perder um pouco do seu tempo para acessar meu cantinho predileto.
Uma notícia triste para a família

Quando o Michael já estava com quase dois anos, eu e a Lu decidimos comprar uma cadelinha pastor alemão capa-preta para fazer parte da família. Colocamos o nome dela de Lana, uma homenagem à Lana Lang do Superman.

Ela cresceu e ficou uma gatinha - ou melhor, uma cadelinha linda!! rs rs. É muito brava, mas com a família é um doce. Adora brincar.

Quando me vê, sai correndo. Pára. Dá meia volta, corre e pula em cima de mim. É uma maravilha quando estou de roupa clara... As patinhas ficam lindas no tecido...

A Lana é muito obediente. Quando me vê, fica toda serelepe. Chega a tentar entrar em casa. Como não consigo ficar bravo com ela, chamo a Lu. Quando ela aparece com cara de brava, a Lana põe o rabinho entre as pernas, literalmente, e sai de mansinho.

Nossa cadelinha já é uma senhora. Tem quase 10 anos de idade. O tempo de vida de sua raça é cerca de 15 anos, segundo o meu amigo-veterinário-vereador-blogueiro Arlindo Araújo.

Quando dava banho nela, recentemente, a Lu encontrou um caroço em uma das mamas da cadelinha. Desconfiamos, levamos ao Arlindo, e o diagnóstico foi o mais cruel possível: câncer.

Estamos todos muito tristes. Não é um fim que desejamos a um bichinho que faz parte da família e cresceu junto com nosso filho. O Arlindo afirma que é possível operar e que a doença não se espalhou. É a nossa esperança. Foram feitos alguns exames e vamos aguardar. Espero ter uma boa notícia futuramente...
Frases que marcam


Quantas chances desperdicei
quando o que eu mais queria
era provar pra todo mundo
que eu não precisava
provar nada pra ninguém


Trecho da música "Quase Sem Querer" (Legião Urbana)
We've Got Tonight (Kenny Rogers & Sheena Easton)

Sou um romântico de carteirinha. Só não mando flores porque são muito caras e sou pão-duro pra caramba... rs rs...

"We've Got Tonight" ("Nós Temos Esta Noite") já embalou muitos namoros. E ainda embala. É linda e vale a pena recordar.

Orkut vira Yogurt. É mentira!

Quem acessou o Orkut, como eu, neste dia 1º de abril, Dia da Mentira, levou um susto. Em vez do nome da comunidade, a palavra "Yogurt".

Meu primeiro pensamento foi que houve alguma invasão no maior portal de relacionamentos do Brasil. Esqueci totalmente que o Google vive mexendo na sua logomarca e, como o Orkut é um produto da empresa, entrou na roda - veja a reprodução de minha página. Procurei na net uma resposta e logo encontrei na Folha Online. Reproduzo o texto abaixo:


01/04/2008 - 11h06

Orkut vira "Yogurt" para comemorar o 1º de abril

Quem acessou nesta terça-feira (1º) o Orkut já deve ter notado que o nome não-oficial da página de relacionamentos passou a ser adotado também pelo Google.

No alto da página, onde geralmente fica a marca da rede social, aparece escrito Yogurt ao invés de Orkut. "Atendendo aos pedidos de muitos usuários, que acham o nome Orkut difícil de se falar, resolvemos alterar para Yogurt", afirma o diretor de comunicação do Google Brasil, Félix Ximenez, para logo em seguida esclarecer: "Mentira, é uma brincadeira do 1º de abril. Colocamos porque é a forma carinhosa com que os usuários se referem ao site".

Ele explica que a mudança é uma forma da empresa celebrar o "dia da mentira" e o site volta ao normal a partir de amanhã.

A mudança no nome do Orkut faz parte das alterações temáticas que a empresa costuma fazer em suas páginas.

Na página de buscas, por exemplo, a empresa já colocou imagens de bolos para celebrar seu aniversário, temas de carnaval durante os dias da popular festa nacional e recentemente "apagou as luzes" da página inicial do Google Israel em apoio a uma campanha ambiental.
Uma visão real. Será?

Recebi este texto de uma amiga. Corre pela internet como se fosse de autoria de Arnaldo Jabor. Está muito bem escrito - apesar de ter corrigido um monte de erros e feito adaptações -, mas não posso garantir que seja dele. Vamos dizer que tem o jeitão dele.

Não concordo com muita coisa, mas se faz tanto sucesso pela rede merece reflexão. Antes de postar aqui, pedi à minha amada-amante Luci Neide que lesse. Como ela autorizou - sou um marido muito obediente, caso contrário apanho... -, está aqui. Leia, reflita e comente. Quero saber sua opinião, sendo homem ou mulher. É mesmo uma visão real?


Foi lendo um monte de besteiras que as mulheres escrevem em livros sobre o 'universo masculino' que resolvi escrever este texto. Não tenho objetivo de 'revelar' os segredos dos homens, mas amigos, desculpem-me, não se trata de quebrar nosso código de ética.
Isso vai ajudar as mulheres a entenderem os homens e, enfim, pararem de tentar nos mudar com métodos ineficazes.

Vou começar de sola. Se não estiver preparada, nem continue a ler. E digo com segurança: o que escrevo aqui se aplica a 99,9% dos homens baianos e brasileiros - sem medo de errar.


Não existe homem fiel.

Você já pode ter ouvido isso algumas vezes, mas afirmo com propriedade. Não é desabafo. É palavra de homem que conhece muitos homens e que conhecem, por sua vez, muitos homens. Nenhum homem é fiel, mas pode estar fiel, ou porque está apaixonado - algo que não dura muito tempo, no máximo alguns meses, nem se iluda - ou porque está cercado por todos os lados - veremos que não adianta cercá-lo, isso vai se voltar contra você. A única exceção é o crente extremamente convicto. Se você quer um homem que seja fiel, procure um crente daqueles bitolados, mas agüente as conseqüências.


Não desanime.

O homem é capaz de te trair e de te amar ao mesmo tempo. A traição do homem é hormonal, efêmera, para satisfazer a lascívia. Não é como a da mulher. Mulher tem que admirar para trair, ter algum envolvimento. O homem só precisa de uma bunda. A mulher precisa de um motivo para trair, o homem precisa de uma mulher.


Não fique desencantada com a vida por isso.

A traição tem seu lado positivo. Até digo, é um mal necessário. O cara que fica cercado, sem trair, é infeliz no casamento, seu desempenho sexual diminui (isso mesmo, o desempenho com a esposa diminui), ele fica mal da cabeça. Entenda de uma vez por todas: homens e mulheres são diferentes. Se quiser alguém que pense como você, vire lésbica (várias já fizeram isso e deu certo) ou case com um veado enrustido que precisa de uma mulher para se enquadrar no modelo social. Todo ser humano busca a felicidade, a realização. E a realização nada mais é do que a sensação de prazer - isso é química, tá tudo no cérebro.

A mulher se realiza satisfazendo o desejo maternal, com a segurança de ter uma família estruturada e saudável, com um bom homem ao lado que a proteja e lhe dê carinho. O homem é mais voltado para a profissão e para a realização pessoal, e a realização pessoal dele vem de diversas formas: com o sentimento de paternidade, uma família estruturada, etc. Mas nunca vai vir se não puder ter acesso a outras fêmeas e se não puder ter relativo sucesso na profissão.

Se você cercar seu homem - tipo, mulher que é sócia do marido na empresa, o cara não dá um passo no dia-a-dia sem ela -, vai sufocá-lo de tal forma que ele pode até não ter espaço para lhe trair, mas ou seu casamento vai durar pouco, ele vai ser gordo (vai buscar a fuga na comida) e vai ser pobre - porque não vai ter a cabeça tranqüila para se desenvolver profissionalmente. Vai ser um cara sem ambição e futuro.


Não tente mudar para seu homem ser fiel. Não adianta.

Silicone, curso de dança sensual, vestir-se de enfermeira, etc. Nada disso vai adiantar. É lógico que quanto mais largada você for, menor a vontade do homem de ficar com você e maior as chances do divórcio. Se ser perfeita adiantasse, Julia Roberts não tinha se casado três vezes. Se até Gisele Bündchen foi largada por Di Caprio, não é você que vai ser diferente - mas é bom não desanimar e sempre dar aquela malhadinha.

O segredo é dar espaço para o homem viajar nos seus desejos - na maioria das vezes, quando ele não está sufocado pela mulher ele nem chega a trair, fica só nas paqueras, troca de olhares. Finja que não sabe que ele dá umas pegadas por fora. Isso é o segredo para um bom casamento. Deixe ele se distrair, todos precisam de lazer.


Se você busca o homem perfeito, pode continuar vendo novela das seis.

Eles não existem neste conceito que você imagina. Os homens perfeitos de hoje são aqueles bem desenvolvidos profissionalmente que traem esporadicamente - uma vez a cada dois meses, por exemplo -, mas que respeitam a mulher, ou seja, não gastam o dinheiro da família com amantes, não constituem outra família, não traem muitas vezes, não mantêm relações várias vezes com a mesma mulher (para não criar vínculos) e, sobretudo, são muuuuuito discretos: não deixam a esposa (e nem ninguém da sua relação, como amigas, familiares, etc., saberem). Só, e somente só, um amigo ou outro dele deve saber, faz parte do prazer do homem contar vantagem sexual. Pegar e não falar para os amigos é pior do que não pegar.

As traições do homem perfeito geralmente são numa escapulida numa boate, ou com uma garota de programa - usando camisinha e sem fazer sexo oral nela -, ou mesmo com uma mulher casada de passagem por sua cidade. O homem perfeito nunca trai com mulheres solteiras. Elas são causadoras de problemas. Isso remete ao próximo tópico.


Este tópico não é para as esposas, é para as solteiras ou amantes:

esqueçam de uma vez por todas esse negócio de que homem não gosta de mulher fácil. Homem adora mulher fácil. Se 'der' de prima, então, é o máximo. Todo homem sabe que não existe mulher santa. Se ela está se fazendo de difícil, ele parte para outra. O mercado está cheio de mulher gostosa.

O que homem não gosta é de mulher que liga no dia seguinte. Isso não é ser fácil, é ser problemática. O fato de você não ligar para o homem e ele gostar de você não quer dizer que foi por você se fazer de difícil, mas por não representar ameaça para ele. Ele vai ficar com tanta simpatia por você que pode até conseguir fisgá-lo e roubá-lo da mulher.

Ele vai começar a se envolver sem perceber. Vai começar a te procurar. Se ele não te procurar, era porque só queria aquilo mesmo. Parta para outro e deixe este de stand by. Não vá se vingar, você só piora a situação e não lucra nada com isso. Não se sinta usada, você também fez uso do corpo dele - faz parte do jogo; guarde como um momento bom de sua vida.


90% dos homens não querem nada sério.

Os 10% restantes estão momentaneamente cansados da vida de balada ou estão ficando com má fama por não estarem casados ou enamorados; por isso, procuram casamento. Portanto, são máximas as chances de o homem mentir em quase tudo que fala no primeiro encontro - ele só quer sexo, sempre.

Não seja idiota, aproveite o momento, finja que acredita que ele está apaixonado, transe logo com ele (e corra o risco de fisgá-lo) ou então nem saia. Fazer doce só agrava a situação; estamos em 2008 e não em 1958. Esqueça os conselhos da sua avó, os tempos são outros.


Para ser uma boa esposa e para ter um casamento pelo resto da vida, faça o seguinte:

Tente achar o homem perfeito do 5º item, dê espaço para ele. Não o sufoque. Ele precisa de um tempo para sua satisfação. Seja uma boa esposa, mantenha-se bonita, malhe, tenha uma profissão (não seja dona-de-casa), seja independente e mantenha o clima legal em casa.

Nada de sufoco, de 'conversar sobre a relação', de ficar mexendo no celular dele, de ficar apertando o cerco, etc. Você pode até criar 'muros' para ele, mas crie muros invisíveis e não muito altos. Se ele perceber ou ficar sem saída, vai se sentir ameaçado e o casamento vai começar a ruir.

A última dica: 9º
Se você está revoltada por este e-mail, aqui vai um conselho: vá tomar uma água e volte para ler com o espírito desarmado. Se revoltar quanto ao que está escrito não vai resolver nada em sua vida. Acreditar que o que está aqui é mentira ou exagero pode ser uma boa técnica - iludir-se faz parte da vida; se você é dessas, boa sorte!. Mas tudo é a pura verdade.

Seu marido/noivo/namorado te ama, tenha certeza, senão não estaria com você, mas trair é como um remédio, um lubrificante para o motor do carro. Isto é científico. O homem que você deve buscar para ser feliz é o homem perfeito do item 5º. Diferente disso ou é crente, ou veado ou tem algum trauma - e na maioria dos casos vão ser pobres.

O que você procura pode ser impossível de achar, então, procure algo que você pode achar e seja feliz ao invés de passar a vida inteira procurando algo indefectível que você nunca vai encontrar.

Espero ter ajudado em alguma coisa. Agora, depois de tudo isso dito, cadê a coragem de mandar este texto para minha mulher?
Uma omelete hipersuperultramegaplustudo-de-bom

Domingo, 14h... Pergunto ao Michael se está com fome. Resposta positiva, então vamos nos aventurar outra vez na cozinha, já que a Lu está viajando.

Vamos preparar o que chamamos de omelete hipersuperultramegaplustudo-de-bom. A receita é simples: pega tudo que for gostoso na geladeira - bacon, mortadela, lingüiça, cebola... - pica e frita. Depois, bate três ovos com sal. E, finalmente, mistura tudo.

Para finalizar, coloca umas fatias de presunto e de mussarela. Tudo na frigideira. Enfim, uma mistureira só... rs ... Ficou uma delícia!

- Por que o senhor não faz sempre?

- Claro que não! A omelete hipersuperultramegaplustudo-de-bom é um rango especial para pai e filho.

E a gente vai comendo com um arrozinho misturado com pedaços de salsicha. Coca-cola ao lado... Cara, a omelete ficou muito boa, mas forte pra caramba.

- O senhor podia fazer um destes para o presidente!

- Para o presidente? Por quê?

- Assim, se ele tiver uma reunião de oito horas de duração, não vai ficar com fome depois de comer sua omelete.

Bem, acho que foi um elogio...
Bush desempregado, guerras, espiões e interfone

Madrugada de domingo. Apenas eu e o meu filho, Michael, em casa. Convido-o para dormir comigo, já que minha amada-amante está viajando.

Escuro. Silêncio...

- No que você está pensando?, pergunto a ele.

- No que o presidente dos Estados Unidos vai fazer quando acabar o mandato dele. Será que vai ficar desempregado?

- Não sei, meu filho (risos). Acho que não. Aliás, você sabe o nome do presidente dos Estados Unidos?

- Não...

- É George.

- George Washington? (risos)

- Não... George W. Bush...

Silêncio outra vez. Escuridão.

- Papai.

- Oi, filho.

- Se acontecesse a terceira guerra mundial, como os países formariam seus exércitos?

- Vixi, que pensamento, filhão... Eles, certamente, convocariam todos os jovens que passaram pelo Exército, pelo menos aqui no Brasil. Chamariam também os policiais aposentados. E em alguns países, iriam para a guerra até crianças da sua idade.

- Nossa...

- Pois é...

- E se houvesse guerra, eles teriam espiões nos outros países?

- Acredito que sim, filho. Mas por que você quer saber essas coisas?

- É que tenho um joguinho de guerra no videogame e estava pensando nas estratégias...

- Ah... sei...

Dormimos. Amanhece. O interfone tocava insistentemente. Levanto assustado. Era a molecada da rua aprontando... Fui fazer café pra gente... E, é claro, postar esse diálogo muito cabeça entre pai e filho...

Moral da história: o Michael é tão sem noção quanto o pai.
O Michael já me alimenta

Minha amada-amante precisou viajar neste fim de semana. Então, ficamos eu e o Michael para cuidar da casa. Coisa difícil de acontecer, pois a Lu administra tudo com punhos de aço... rs rs

Na hora do almoço, olho para o Michael, ele olha pra mim... Então, como sou um pai bonzinho, pedi a ele para cuidar do rango... E ele foi preparar!

Tá bom, fui meio relapso com minhas obrigações de pai... Putz... Totalmente sem noção, né... rs rs

Precisava trabalhar, então, fui me trocar enquanto ele preparava a bóia. Quando retornei à cozinha, lá estava ele fazendo lanches pra gente, com a maior boa vontade. Ele adora utilizar a lancheira elétrica - veja a foto.

Você acredita que ele arrumou a mesa e até puxou a cadeira para eu sentar! Isso que é filho de ouro. Sem contar que o lanche tava muito bom!

Fui trabalhar e o deixei na casa da minha mãe. Quando fui buscá-lo e a gente retornava pra casa, resolvi que ele iria dirigir o carro também.

Calma, não sou tão louco assim, afinal ele só tem 11 anos - apesar de que muita gente aprendeu a dirigir até antes, né... Comecei aos poucos. E bota pouco nisso. Ele apenas segurou o volante alguns quarteirões. E tremeu como vara verde! Foi muito engraçado.

Chegando em casa, mais um aprendizado: coloquei-o para fazer um café pra gente. E ele fez. Ficou muito bom, afinal minha receita é ótima! rs rs

Esse menino é muito inteligente! E tem para quem puxar, afinal, filho de peixe, palmeirense é!

Olha a foto abaixo. O Michael colocou até óculos para ficar igual ao pai. Só falta perder um pouco de cabelo... Tá bom, bastante cabelo... Ok, muito cabelo... rs


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]



Volte sempre ao Blog do Zemarcos


Bem-vindo ao Blog do Zemarcos
José Marcos Taveira, autor deste blog, é jornalista e professor universitário em Araçatuba/SP.



Google


Faça parte de nossa comunidade no Orkut

Blog legal indicado pelo UOL

Links & Sites







Mensagens antigas deste blog
Mensagens antigas do blog, separadas semanalmente.
Sites e blogs indicados por
este blogueiro.


Indique este blog
Indique este blog
e ajude a divulgá-lo.









Divulgue seu blog!


Visitante número: