Recebi flores de um amigão

Dizem que apenas mulher gosta de receber flores. Bem, deve ser verdade mesmo, mas fico feliz quando recebo também e não me envergonho de dizer.

Acho um ato muito lindo, um belo presente.

Há alguns dias, recebi flores virtuais do meu amigão Xandão 'Atchu' Souza. Ele simplesmente achou as flores lindas, fotografou e me enviou.

Será que ele tá me paquerando? Rapaz, respeite um quase idoso de barba no rosto e cabelo no peito, viu!!!

Brincadeira, Xandão, te adoro cara. Você é um grande amigo que admiro muito. Obrigado pelo presente virtual.

Putz... Este post ficou meio gay, né... rs rs
O Shas existe mesmo!

Temos uma brincadeira na Redação há muitos anos para zoar com os amigos e, principalmente, com os novos funcionários. Todo mundo é integrante do Shas (Sindicato dos Homossexuais Assumidos). A coisa é tão "profunda", que temos até presidentes e sócios fundadores... rs rs rs

Como diz minha amiga Marta Neves Pereira, brincadeira boba de homem. Mas pegou e a gente vai zoando uns com os outros, e vivo escrevendo aqui no blog que tal colega é integrante e coisa assim. Quando é mulher, dizemos que é da "ala sapata". Besterice, né, mas é engraçado! E o pessoal leva numa boa.

Depois de anos zoando uns com os outros, descobrimos na quinta-feira (21) que o Shas existe mesmo! E acredite: é um partido totalmente contra gays, ou seja, justamente o contrário de nossa brincadeira.

Reproduzo o texto abaixo da Folha da Região. Brincadeiras à parte, fiquei chocado que ainda existam debilóides tão grandes representando seu povo, com uma mentalidade tão pequena. Bem, leia e tire suas conclusões.

Parlamentar diz que gays têm culpa por terremotos

Agência Estado

Um parlamentar israelense disse ontem (20) que vários terremotos que foram sentidos recentemente em Israel aconteceram por causa dos gays e do fato do Parlamento aceitá-los. O deputado Shlomo Benizri, do Partido Shas, de orientação judaica ultra-ortodoxa, disse que a maneira de acabar com os terremotos em Israel é o Parlamento revogar as leis liberalizantes a respeito dos homossexuais.

Dois terremotos com epicentro no vizinho Líbano atingiram boa parte de Israel na semana passada; o primeiro aconteceu dois dias após o ministro da Justiça de Israel ter expedido uma sentença favorável a casais do mesmo sexo adotarem crianças.

Durante duas semanas em novembro e dezembro do ano passado, quatro terremotos sacudiram partes de Israel, da Cisjordânia e de territórios palestinos. Nenhum dos terremotos provocou mortes.

A decisão sobre a adoção de crianças por casais homossexuais, anunciada pelo ministro Meni Mazuz no domingo passado, se segue a outras medidas recentes favoráveis aos gays israelenses. As medidas têm enfurecido os grupos religiosos conservadores.
Mulheres jornalistas e vários amigos

Andei digitalizando algumas gravações que tenho em VHS. São várias reportagens que vou postar aqui aos poucos.

Neste vídeo abaixo, uma matéria do Marquinhos Paiva, da TVI/SBT, sobre mulheres jornalistas - não sei dizer a data da gravação. Começa com minha amiga Mônica Guglielmi, apresentadora do TJ Interior, explicando a série feita pela emissora na semana da mulher e chamando a matéria.

Aparecem no vídeo rapidamente a minha professora Roselana, Rose Silva, Isabel, Patrícia Mendes, entre outras. A Patrícia Machado (de cabelo curtinho) e a Margareth Pedrosa são entrevistadas.

Achei legal também porque mostra a redação antiga da Folha, no prédio da Afonso Pena. Aparecem vários amigos, inclusive o Lima, que já faleceu - estou na imagem ao lado dele. Estão lá ainda o Antônio Mathias, Eliane Eme Sato, Alessandra Nogueira, Maira Cibele, Mário Policeno, Manoel Martins dos Santos e Eloisa Morales.

A Josi Vicentin, que havia saído da faculdade havia três meses, é entrevistada, com o Waltinho Gonçalves ao fundo.

O Marquinhos Paiva faz sua passagem em uma das salas da noite da turma de Jornalismo do Unitoledo, em 2002. A professora é a Jussara Marangoni, de fotografia.

Aparecem ainda o Luiz Carlos, cinegrafista da TV Tem; o Cássio, locutor da Ativa FM de Penápolis, e o Gustavo Fialho, com cabelo, que é editor da Folha.

Forever (Kiss, ao vivo)

Esta música é uma das minhas prediletas do grupo Kiss que, acredite, ainda existe. O mais legal é que o clipe foi feito durante show ao vivo. E os integrantes da orquestra estão usando pintura no rosto igual aos roqueiros, inclusive o próprio maestro.

Revisão gramatical para loiras

Se você é loira, veja se o seu português está correto:

ABREVIATURA - ato de se abrir um carro de polícia;

ALOPATIA - dar um telefonema para a tia;

BARBICHA - boteco para gays;

CÁLICE - ordem para ficar calado;

CAMINHÃO - estrada muito grande;

CATÁLOGO - ato de se apanhar coisas rapidamente;

COMBUSTÃO - mulher com peito grande;

DESTILADO - aquilo que não está do lado de lá;

DETERGENTE - ato de prender indivíduos suspeitos;

DETERMINA - prender uma garota;

ESFERA - animal feroz amansado;

HOMOSSEXUAL - Sabão utilizado para lavar as partes íntimas;

LEILÃO - Leila com mais de 2 metros de altura;

KARMA - expressão mineira para evitar o pânico;

LOCADORA - uma mulher maluca de nome Dora;

NOVAMENTE - diz-se de indivíduos que renovam sua maneira de pensar;

OBSCURO - "OB" na cor preta;

QUARTZO - partze ou aposentzo de um apartamentzo;

RAZÃO - lago muito extenso, porém pouco profundo;

RODAPÉ - aquele que tinha carro, mas agora roda a pé;

SAARA - muulher do Jaacó;

SEXÓLOGO - sexo apressado;

SIMPATIA - concordando com a irmã da mãe;

SOSSEGA - mulher desprovida de visão;

TALENTO - característica de alguma coisa devagar;

TÍPICA - o que o mosquito nos faz;

UNÇÃO - erro de concordância muito freqüente (o correto seria um é);

VATAPÁ - ordem dada por prefeito de cidade esburacada;

VIDENTE - dentista falando sobre seu trabalho;

VIÚVA - ato de ver uva;

VOLÁTIL - sobrinho avisando onde vai para o tio.
Minha filha Rosângela, meu orgulho

Tenho uma sobrinha que adoro como filha. Seu nome é Rosângela de Souza, uma linda mulher de personalidade forte e um humor extraordinário. Hoje, ela é policial militar.

Já pensou em ser preso por um muierão deste, com quase dois metros de altura!!! rs rs

Chamo a Rô de Bizôio, carinhosamente. É um apelido do tempo de criança...

Ela nasceu quando eu tinha 10 anos. Lembro-me que minha irmã Helena saía e me deixava cuidando dela. E assim fui ajudando a criá-la, me orgulhando de todos os seus passos como se fosse um pai.

Quando ela me visita, conta histórias e faz interpretações que nos fazem rir muito. Ela traz luz quando chega!

Já disse a ela que, quando se casar, gostaria muito de entrar na igreja de braços dados com ela. Seu pai, Messias, de um lado. Eu de outro... rs rs...

Seria engraçado, mas também me considero seu pai. Vou torcer para ela querer e o Messias deixar... rs

Rô, te amo de paixão. Você se tornou a filha que sempre quis ter. Deus te abençoe sempre!
Homenagem do amigo Lucas Matheus

Recebi uma bela homenagem do meu amigo virtual Lucas Matheus em sua coluna, "Fala Sério", publicada nesta quinta-feira (21) na Folha da Região.

Digo virtual porque nos conhecemos apenas pena internet. Ainda não tive o prazer de apertar sua mão pessoalmente.

Lucas fala sobre a blogosfera em seu texto, destacando os benefícios e sugerindo a jovens como ele que se aventurem nesta emoção. Além de seu blog, ele cita outros três: o meu, o do Jean Oliveira e o do Gustavo Fialho, outros bons amigos.

Sobre o Blog do Zemarcos, o elogio foi sensacional. Reproduzo imagem de trecho da coluna.

Obrigado, Lucas. Fico muito feliz em receber palavras tão gentis de sua parte!
Pôr a humanidade toda de volta na Terra

Tenho muito orgulho de contar sempre com contribuições de um bom amigo neste blog, alguém que admiro muito por sua personalidade, inteligência e força: Ventura Picasso. Nesta quinta-feira, ao abrir meu e-mail, recebi mais um vídeo enviado por ele que marcou o meu dia.

"Certas mensagens, apesar da minha idade, ainda me causam estranhas emoções", dizia ele. Baixei e assisti. Confesso que me emocionei muito também com as palavras do um dos grandes artistas deste planeta, Bono Vox, durante show do U2 em Chicago (EUA), em 2005. Palavras fortes, encaminhadas ao presidente George W. Bush e ao então primeiro-ministro do Reino Unido Tony Blair.

Chamei a minha amada-amante Luci Neide para compartilhar aquele momento comigo. E compartilho com você também.

Participação na Bandnews

Foto de Valdivo Pereira

Um dos momentos que marcaram minha carreira como webjornalista foi no acidente com um Fokker da TAM ocorrido em 30 de agosto de 2002. A aeronave fez um pouso forçado no pasto de um sítio no bairro rural Taquari, em Birigüi, transportando 25 pessoas, das quais quatro tiveram ferimentos leves - veja a foto acima, do Valdivo Pereira.

Naquela época, o portal da Folha tinha cobertura em tempo real. Então, passamos o dia atualizando links sobre o episódio, postando vídeos e fotos, inclusive sobre a morte de uma vaca, atropelada pela aeronave. A foto do animal morto foi comercializada para os principais jornais do País. Aliás, o acesso ao nosso portal foi tão grande naquele dia que o sistema caiu três vezes.

Mas inesquecível mesmo pra mim foi minha participação na Bandnews, emissora de TV a cabo com notícias 24 horas. Gravei uma participação por telefone com as primeiras informações que tínhamos colhido no local, meio nervoso.

Fiquei esperando se iria passar alguma coisa, pois ficamos ligados na emissora o dia todo. De repente, a apresentadora fala sobre o acidente. A Redação pára. Meus colegas se levantam para assistir mais de perto - a TV ficava no alto, na parede. Eu sentava lá no fundão, no antigo prédio da rua Afonso Pena.

De repente, a apresentadora diz meu nome, destaca que tenho mais informações sobre o acidente e aparece um mapa indicando onde está São Paulo. Ao lado, o nome deste blogueiro. Foi um silêncio na Redação. No final, quando encerro a participação, meus amigos se viram pra mim e começam a aplaudir, com muita festa.

É impossível passar aqui a sensação de orgulho. Me emociono até hoje ao lembrar disso. Então, como costumo gravar muita coisa envolvendo entrevistas que dou e outros especiais com jornalistas amigos, digitalizei todo o material e vou postando aos poucos aqui. Abaixo, com muito orgulho, minha participação na Bandnews.

Betão, repórter bão até debaixo d'água

Sou muito fã do Betão Jones. Não apenas por ser o maior repórter policial que já conheci, mas por ser uma excelente pessoa, um grande amigos e colega de uísque.

E como ele é repórter bão até debaixo d'água, olha a prova: usando botinhas (devidamente aprovadas pelo Shas - Sindicado dos Homossexuais Assumidos, é claro).

Além de um grande jornalista, o Betão também é músico. Meu amigo Junio Souza encontrou a foto abaixo recentemente em seus arquivos. Mostra um show com o Betão e o Júnior, outro amigo jornalista que também é um grande cantor.

Encontrei a Denise Casatti, minha ex-partner

Trabalhei durante um período na Folha com a jornalista Denise Casatti, uma amiga muito simpática e que carrega um sorriso contagiante.

Hoje, ela mora em São Paulo, é professora universitária e agora mãe de uma menina linda, a Sara, com cinco meses.

Foi uma surpresa muito grande quando recebi um telefonema dela. E maior ainda quando foi me visitar no jornal e levou um livro de sua autoria e de outros amigos: "Casa de taipa".

Como é bom rever os amigos.

Aquele sorrisão contagiante continua e a Denise está tão linda quanto há dez anos... Não perdeu aquele jeitão de moleca!

Veja que belas fotos ela me enviou.

Em uma delas, grávida da Sara. Na outra, a Sarinha faz até pose para ser clicada!!!

A Dê pretende voltar para Araçatuba. Espero que ela possa criar a filha aqui no interior, livre do trânsito, da poluição... E rodeada de amigos!
O homem peido

Vídeo sensacional, muito engraçado, de um cara que se apresenta em um programa de TV e pode controlar os próprios peidos. Recebi de dois amigos: Ventura Picasso e Jackie Oshio Chan. É uma visão escalafobética!!!

Alto teor de glicose no sêmen

Texto enviado por meu amigo Ventura Picasso. Reza a lenda que foi a pergunta de uma caloura de uma faculdade em São Paulo sobre "papilas gustativas". Dizem que a história é verídica.

Numa aula de Biologia, o professor estava falando sobre o alto teor de glicose encontrado no sêmen, quando uma caloura levantou o braço e perguntou:

- Se eu entendi bem, o senhor está dizendo que se encontra muita glicose no sêmen. Seria tanta quanto no açúcar?

- Sim, respondeu o professor.

- Então por que o gosto não é doce?

Após um silêncio de estupefação, a classe toda arrebentou numa gargalhada. A pobre garota ficou roxa de vergonha assim que percebeu quão impensada foi sua pergunta.

A resposta do professor, entretanto, foi clássica:

- O gosto não é doce porque as papilas gustativas que reconhecem o sabor doce encontram-se na ponta da língua e não no fundo da garganta...
Homenagem do Clemerson ao Belô

Meu amigão Clemerson Mendes, um dos pioneiros do rádio virtual de Araçatuba e região, afinal é um dos responsáveis pela IRadio, também faz uma homenagem aqui no blog ao mestre Belô, que nos deixou na última sexta-feira (15).

Ouça, abaixo, um breve compacto da importantíssima participação do radiojornalista Líbero Bezerra de Lima no documentário "Do Alto-falante à Transmissão Digital - Rádio Cultura AM 70 anos!".

É o TCC (Trabalho de Conclusão de Curso) criado em 2007 pelas agora jornalistas Janaína Carvalho, Jaquelinne Hernandes e Lilian Flores.

Homenagem do Consa ao Belô

Meu amigo croniqueiro Hélio Consolaro fez uma homenagem ao mestre Belô em sua coluna "Ponto Cego" deste domingo da Folha. E fiquei surpreso porque citou o nome deste blogueiro, lembrando-se da época em que apresentava o "Jornal de Verdade" junto com ele. Segue, na íntegra:

Belo Belô!

Sexta-feira, manhãzinha, na rodovia Marechal Rondon, indo para Guararapes para lecionar na Associação de Ensino, ouvia o Jornal de Verdade, narrado por Líbero Bezerra de Lima, o Belô. Aquela voz que me era familiar desde criança.

Setuagenária, ainda límpida, com vigor, insistia na sexta-feira em declamar as notícias de 15 de fevereiro aos radiouvintes. Aposentado, mas não deixava a Rádio Cultura, lá ele era um avatar de si mesmo.

Este croniqueiro lembrou-se dos tempos de vereador (1983-88), quando os debates políticos se davam pelo rádio, como acontece ainda hoje em Birigüi.

No Jornal de Verdade, Líbero Bezerra de Lima e o saudoso Luiz Carlos Dini, depois José Marcos Taveira (hoje, FR). Dini, ao contrário, gostava de cutucar os entrevistados, mas Belô era uma esfinge, não tomava partido.

Belo Belô! Sua partida foi o fim de uma era. A Rádio Cultura 95,5 FM perdeu muito, mas o rádio araçatubense, o seu ícone. A lenda viva fechou os parênteses biográficos (1933-2008).
[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]



Volte sempre ao Blog do Zemarcos


Bem-vindo ao Blog do Zemarcos
José Marcos Taveira, autor deste blog, é jornalista e professor universitário em Araçatuba/SP.



Google


Faça parte de nossa comunidade no Orkut

Blog legal indicado pelo UOL

Links & Sites







Mensagens antigas deste blog
Mensagens antigas do blog, separadas semanalmente.
Sites e blogs indicados por
este blogueiro.


Indique este blog
Indique este blog
e ajude a divulgá-lo.









Divulgue seu blog!


Visitante número: