Blog do Alex Cardoso, um ponto de tributo virtual


Quando alguém morre em acidente trágico num cruzamento, por exemplo, aquele lugar vira uma espécie de santuário, um ponto de tributo à vítima. Muita gente deixa lá flores, velas, fotos...

A morte tão repentina do meu amigo Alex Cardoso, com apenas 19 anos, deixou muita gente emocionada, mesmo quem não o conhecia. Primeiro, por ser tão jovem. Segundo, por ser tão querido. Então, seu blog acabou virando seu "santuário".

Logo depois de saber que ele havia nos deixado, lembrei de visitar o blog e deixar uma mensagem. Havia pouco mais de 700 acessos. Em seu último post, com o título "Esperança", havia duas mensagens de seus amigos elogiando o texto. Então, deixei lá uma mensagem póstuma.

Quando os amigos foram descobrindo a existência de seu blog, fizeram a mesma coisa. No momento em que escrevo este post, a página já tinha 1.303 acessos e o último texto do Aledoso contava com 30 comentários.

Agora, o endereço http://aledoso.zip.net virou um santuário virtual. É onde os amigos e conhecidos decidiram falar sobre ele.

Já se cogitou dar seqüência ao blog, tentar encontrar uma forma de continuar a postar. Em minha opinião, a página deve permanecer como está. Seu último texto, postado às 18h29 do dia 9 de novembro de 2007 deve permanecer lá. Como já disse a alguns colegas, não se mexe no quadro de um artista quando ele morre.

Reproduzo, abaixo, as mensagens que o "Blog do Alex Cardoso" recebeu até agora depois de sua morte:

[Bia]
vc já faz uma enorme falta! =/
17/11/2007 15:56

[Paulinha Senche]
Amor, não consigo parar de pensar em você nenhum minuto... Trocaria todos os amanhãs por um único ontem! Amo você eternamente!
17/11/2007 15:15

[celinha] [celinhat_2@hotmail.com]
poxa vida, demorei a acreditar...que tristeza!
17/11/2007 13:44

[ArieLLa GriLLo] [ariellagrillo@yahoo.com.br] [www.iamstronger.blogspot.com]
Alex, como isso foi acontecer hein? faz pouco tempo, mas já sinto muito a sua falta! Te guardo do lado esquerdo do peito! Bjos meu amigo
17/11/2007 02:42

[Sarah] [xsarinhahx@hotmail.com]
Poxa Alex... Não to acreditando ainda. Segunda mesmo te vi na faculdade e vc como sempre me chamando de sarita depois pedindo perdão me chamando de sarah! Putz.. que dor to sentindo agora. Mas quero que saiba que estamos todos aki orando por vc. Olhe por nós, de onde estiver! Fika com Deus...
16/11/2007 23:20

[Mah] [www.contapramarcela.blogspot.com]
Eu ainda nao acredito... nao acredito... Vc é td de bom, viu? Sempre vai ser. E a gente te ama demais pra deixar vc morrer assim... aqui vc vai estar sempre vivo, dentro de nós. Agradeço a Deus por cada segundinho q me deu do seu lado. Obrigada por tudo. Mil beijos
16/11/2007 21:51

[Dayane Viana] [comdayane@gmail.com]
A vida nos prega cada uma...conhecemos pessoas legais, vivemos tanto com elas para depois tirá-las de nós!...pq tem q ser assim? Como vai ser entrar na sala de aula e não te ver lá, no seu cantinho...não aguento mais. Vc não foi, você continua especial no coração de todos que te conheceram. saudades demais amigo
16/11/2007 18:07

[Kellen]
Pois é amigo...Deus está feliz por ter uma pessoa maravilhosa ao lado dele... Sentiremos muito a sua falta... Abraço apertado amigo...
16/11/2007 14:46

[Eloisa Morales] [eloisa.morales@folhadaregiao.com.br]
Alex (ou Álex, como costumava brincar contigo)... Custo a acreditar que isso realmente aconteceu. Ontem, tive a sensação de que vc iria acordar e me chamar, brincar comigo...Às vezes, a vida é mesmo injusta...Vá com Deus...
16/11/2007 14:43

[Renata de Paula]
Ahhh meu querido Pasquele, ouvir você, todo culto, cantando a música do latino pra mim era hilariante! Sentirei saudades! Fique em paz!
16/11/2007 13:40

[Simône Silva ] [simonecbas@hotmail.com]
Querido amigo, com você aprendi várias coisas, uma delas foi ver que a vida vale a pena. Suas ultimas palabras serão sempre lembradas por mim. O trabalho que fiz com você, estava eu com medo de apresente você olhou em mim e disse-me Simône Silva você consegui, graças as suas palavras fui e apresentei. Até um elogio ganhei da Professora sou grata a você meu amigo irmão. Fique na santa Paz ao lado do nosso Pai..
16/11/2007 12:59

[Monica] [monicapdeps.zip.net]
Alex voce mesmo sem saber nos ensinou atitudes maravilhosa como este seu jeito todo quietinho de ser! perdemos uma pessoas maravilhosa e uma futuro jornalista brilhante, mas sei que onde vc esta agora esta olhando por nos e feliz! Siga em paz!
16/11/2007 12:10

[jean oliveira] [reporterjean@hotmail.com] [www.jean-oliveira.zip.net]
SAUDADE DE TI, AMIGO!
16/11/2007 11:46

[Danilo Galvan] [www.danilogalvan.zip.net]
Esperança é a palavra que faz sentido nesse momento. Sei que vc Alex está em paz. Deus abençoe agora seus entes queridos. Vocês familiares, recebam o conforto daquele que "sustenta todas as coisas pela palavra so seu poder", Jesus.
16/11/2007 11:25

[Yago Monteiro] [yago.ms@gmail.com] [MSN: yago.ms@hotmail.com]
É com muito carinho, com toda essa ternura que nos despedimos de Alex Cardoso. Nem sempre temos a oportunidade de dizer as pessoas o quanto gostamos delas. Mas isso graças a DEUS, que recebeu nosso amigo de braços abertos, nunca aconteceu entre o Alex, e as várias pessoas que o admiravam, e continuam. Seria fácil passar horas e horas falando de suas qualidades, sinceridade, ternura, e tantas outras qualidades que cercavam o Alex, e nos fazia refletir. Nos fazia refletir sobre a maneira de viver a vida, nos fazia refletir sobre a própria vida, nos fazia refletir sobre o certo e o errado, sobre estudar, sobre ler, e sobre até mesmo refletir. O Alex foi único, foi uma pessoa que veio pra nos fazer pensar, e foi com esse objetivo que ele se foi. "Pela última vez, o olhar míope focalizou a incerteza. Pela última vez, o silêncio tornou-se voz para fomentar a paixão. Pela última vez, o amante disse que seria a última vez." Alex Cardoso...
16/11/2007 11:00

Pôxa, Alex, não deu tempo de me tornar sua sogra, hein! Você, por ser tão especial, evoluído e puro de coração, recebeu o chamado Dele mais cedo. Nós ficamos por aqui, com muita saudade e as lembranças de sua passagem curta, mas intensa, em nossas vidas. Siga em paz, meu amigo!
16/11/2007 10:58

[Julio] [julio_feltrim@hotmail.com]
Alex Não deixarei nossa causa de lado...Vai em paz..
16/11/2007 10:54

[SérgioTumelero] [tumelero.prof@toledo.br]
Alex. Até aqui todos estávamos no mesmo barco, viajávamos juntos. Passamos por cidades, cachoeiras , bosques e florestas. Não faltavam desafios. Juntos, você e seus amigos percorram retas, se apoiavam nas curvas, descobriram cidades e caminhos... Porém, Deus disse: chegou o momento de você Alex seguir viagem sozinho... Que suas experiências adquiridas neste percurso sejam a alavanca para alcançar a alegria de chegar ao destino planejado para você. Você Alex, sempre dividiu conosco os méritos desta conquista, porém sabíamos que ela também pertencia a vocês. Você foi sem se despedir, apesar de as despedidas serem necessárias, porém sabemos que um dia vamos poder te encontrar outra vez. Onde você estiver esteja com Deus e Feliz.
16/11/2007 10:36

[Leonardo Pereira ] [leomontesquie@yahoo.com.br] [www.fotolog.terra.com.br/leo_montes]
Uma grande perda para aquelas que conheceram um pedaço do Alex. Triste saber após um feriado que perdemos uma pessoa a quem convivemos e aprendemos admirar, por sua garra, atenção e dedicação. Em seu rosto sempre estampado um sorriso, um bom dia, boa tarde ou boa noite. A alegria sempre predominou o seu ser. Hoje os céus estará em festa pois receberá um de seus filhos ao retorno ao Lar do Pai Criador, porém na terra, aqueles que o amaram estarão tristes, desamparados, mas saibam que Jesus Cristo poderá sanar todaa as tristezas e desamparos em nossos corações.
16/11/2007 08:45

[Lucélia Zani] [zani.lucelia@hotmail.com]
Não há nada que possa amenizar a saudade de quem teve a alegria de conhecer o Alex. Um menino pra lá de gentil e prestativo, cheio de potencial!!! Foi por pouco tempo, mas com certeza especial a ponto de deixar marcas.
16/11/2007 08:25

[Roselana] [roselana@vivax.com.br]
Alex: Sua existência terrena foi curta, porém frutifera. Você conquistou inúmeros amigos, afetos, respeito e credibilidade. Por isso mesmo, você continuará vivendo, pois quem planta amor, se torna imortal. Conforme Jesus anunciou, Deus o receberá na Patria Espiritual e lhe dará o tratamento digno dos puros e mansos de coração.
16/11/2007 08:10

[Lilian Flores] [lilian.flor@hotmail.com]
Oi Alex...neste momento sei que vc vai estar sentindo essas vibrações de total carinho que mando pra vc. Pena que nos deixou tão cedo...Adorei conhecer vc. Obrigada pela sua atenção sempre...Vc continuará no meu coração como uma doce lembraça de educação, simpatia e carinho. Vá com Deus. Estarei sempre com vc em minhas preces. Sei que estarás muito bem onde estiver. Aqui a saudade vai ser grande, mas sabemos que Deus precisa de vc perto dele. Sua missão aqui ja está cumprida...Seja feliz! E obrigada por tudo!!!! Lilian Flores
16/11/2007 08:07

[ENEAS] [eneascorrea@eneascorrea.com]
Deus o abençoe. Onde estiver: Que seu caminho seja iluminado. Uma estrela...sim
16/11/2007 02:44

[Paulinha Senche]
Nossa....perdi mais que um amigo!!!! Eu simplismente não me conformo e não aceito essa situação... Vou sentir saudades suas pra sempre!!!!! E sempre vou te amor!!!!!! Meu grande amor amigo!!!!
16/11/2007 00:08

[Karol Verrri] [kverris@yahoo.com.br]
Palavras belas, escritas por uma pessoa muito inteligente e especial. Obrigada pela sua amizade e por estar sempre pronto para ajudar. Amigo você sempre estará presente em nossos corações. Obrigada pela sua amizade
15/11/2007 19:53

[Camila Graziela da Silva] [camila.at@gmail.com]
To chocada c/ a morte de Alex, mto triste por estar longe e não poder me despedir pela ultima vez. Ele era jovem demais p/ ter ido embora assim,tão inteligente, esforçado, dedicado, ta td errado iss não devia ter acontecido, ele não teve tempo p/ reagir, estou mto sentida. Vai em paz Alex.
15/11/2007 19:49

[Andresa Sampaio]
Poxa..estou muito triste,apesar de não te-lo conhecido..mais infelismente as pessoas brilhantes sempre nos deixam mais cedo...um grande Bju prá vc....Deus está contigo nesse momento e tenho certeza de que estás muito feliz....
15/11/2007 19:43

[José Marcos Taveira] [jmtaveira@gmail.com] [www.blogdozemarcos.zip.net]
Meu Deus, estou chocado... Como é que o Alex foi nos deixar assim, tão jovem, tão cheio de vida, com um futuro enorme pela frente!!! Que Deus te acompanhe, meu amigo.
15/11/2007 17:44
Os bons morrem jovens

Karenine Miracelly

Os bons morrem jovens. Os bons morrem cedo. Nada contra aos que vivem muito. Mas os versos de Renato Russo são muito corretos em certas situações, como a que o curso de Jornalismo do Unitoledo atravessa agora. Alex Cardoso, o aluno prodígio da turma da manhã, morreu como sempre viveu: sem dar trabalho. E muito cedo.

Sintetizar a situação com o verso de Renato Russo não é uma comparação vazia, principalmente se lembrarmos que vivemos em uma sociedade em que a maioria do mortos vira herói, mesmo que não tenha vivido como tal. Se Alex foi herói, não sei. Mas viveu como um. De família muito humilde, sem a tradição dos estudos em casa, venceu todas as barreiras do subdesenvolvimento econômico e cultural e se apegou ao aprendizado constante. Leitor assíduo de jornais, revistas e principalmente livros, Alex tinha um repertório cultural e lingüístico bem avançado para seus 19 anos. Fazia questão de usar vocabulário selecionado, conjugar os verbos corretamente e respeitar a Língua Portuguesa.

Aledoso - um híbrido de Alex com o sobrenome Cardoso e apelido dado nos tempos em que ele fazia estágio na Folha da Região - tinha muitos planos. Não sei se ele seria um bom jornalista. Ele gostava mesmo era de estudar. Por isso, acho que a carreira acadêmica falaria mais alto. No segundo ano de faculdade, ele já fazia o projeto do TCC, o Trabalho de Conclusão de Curso. Já até havia convidado um membro para a banca de avaliação e me dado a honra de ser convidada para ser sua orientadora (coisa prazerosa mesmo, em se tratando de um orientando como ele!).

Era tão compenetrado no que fazia que se tornou o melhor estagiário do Laboratório de Redação de todos os tempos. Desculpem-me os que já passaram por lá, mas o Alex conseguia resolver problemas de impressão, assessorar o Marcos Elia, o técnico responsável pelo local, e ainda se concentrar em aulas que eram ministradas no local (muitas vezes, era mais interessado e participativo que os alunos que estavam em aula). Alex interessava-se em aprender. E foi assim que aprendeu a arte da diagramação. Paginou sozinho duas matérias da revista Pretexto, produto laboratorial dos últimos semestres do curso. A diagramação e o não verbal no Jornalismo seriam temas de seu TCC.

Quando usava o MSN, alternava fotos dos imortais da Academia Brasileira de Letras. Na saudação, não usava internetês. Colocava sempre um verso ou trecho de obra do imortal homenageado por ele na foto. Alguns o consideravam pedante por esse e outros hábitos. O fato é que Aledoso era diferente. E como o diferente em nossa sociedade massificada e homogeneizante é sempre excluído, Aledoso sofria com os rótulos.

Alex conquistou um estágio na Folha da Região antes mesmo de entrar na faculdade. “Núcleo de atendimento aos leitores. Alex Cardoso. Boa-tarde! Em que posso ajudá-lo?” Era assim que saudava as ligações que atendia na Redação e mantinha o mesmo tom mesmo com interlocutores que não mereciam tal tratamento. Na faculdade, interessava-se por pesquisas extracurriculares, fazia até as leituras complementares dos planos de ensino, desculpava-se várias vezes se precisava faltar na aula.

Aledoso sabia que, no Jornalismo, mortes de pessoas “importantes” têm um grande valor-notícia, rendendo até páginas sobre a cobertura do sepultamento e a repercussão do óbito entre os que conviveram com o falecido. Você, Aledoso, não é importante economicamente, não deixou legados culturais (se bem que suas poesias, composições musicais, charges e tirinhas são bem legais!)...

Mas se isso aqui fosse uma matéria de jornal, com certeza teríamos que ouvir muita gente lamentar sua partida. Marcos Elia iria repetir que você foi o melhor estagiário que ele teve. Paulo Nápoli iria destacar que se sente honrado em ter você como sósia. Jean Oliveira diria que a Língua Portuguesa perde um de seus amantes. Ágatha Urzedo não iria se pronunciar, porque emotiva que é, vai chorar todas as vezes que entrar na sala de aula ou no laboratório de Redação e não encontrá-lo saudando-a com um sonoro “Bom-dia, professora Ágatha!”. José Marcos Taveira, que não teve o prazer de ser seu professor (não deu tempo...), vai registrar sua partida no blog. A coordenadora, Ayne Salviano, iria destacar sua trajetória de aluno exemplar. Bia Cavalaro, a aluna dos desenhos, deve fazer uma caricatura.

Na coluna de falecimentos do jornal, responsabilidade sua durante alguns meses, vai constar seu nome. A vida é assim. Foi-se Aledoso. Ficam os vários exemplos que você semeou nos seus 19 anos.

Ouça "Love In The Afternoon", com Legião Urbana:


Despedida em sonho...

Foi com muita tristeza que estive ontem à noite no velório do meu amigo Alex Cardoso. Não consegui entrar na sala onde estava seu caixão. Não queria vê-lo daquela forma, mas guardar seu jeitão todo formal em minha mente.

Só entrei pouco antes de ir embora, acompanhado por meu amigo-irmão Jean Oliveira, que também estava inconsolável. Não vou conseguir vê-lo ser sepultado.

Doeu muito ver a Paulinha Senche, a garota que ele era apaixonado, chorando desesperada. Um amor tão bonito entre os dois não podia ter terminado assim. Vou rezar para Deus confortá-la.

A primeira pessoa que encontrei no velório foi o Marcos Elia, que trabalhava com ele no laboratório de Redação do Unitoledo. Choramos juntos...

A mãe do Alex, dona Maria Aparecida, estava inconsolável e precisou de apoio todo o momento. Seu irmão Alessandro chorava muito também. "Ele morreu nos meus braços", me dizia, em prantos.

Esta noite, sonhei com o Aledoso. Estávamos sentados ao lado de uma pequena mesa. Então, perguntei a ele o motivo de ter deixado a gente daquele jeito, tão rápido. Ele me olhou, docemente, e com um jeitão de que não tinha como explicar. Apenas me olhou desse jeito, sem falar nada... Então, fui acordando aos poucos...

Fiquei impressionado... Não sei o que pensar. Já me disseram que foi uma despedida. Sou espiritualista e acredito que possa ter sido mesmo, e isso me deixa feliz. Feliz por revê-lo de olhos aberto uma última vez. Feliz pela inesperada visita...
Adeus a Alex Cardoso

Conheci um garoto muito inteligente, muito sério, aquele tipo muito certinho. Era um rapaz que devorava livros e entendia tanto de português que dava gosto. Ele decidiu estudar Jornalismo e, de tão aplicado que era, fez parte do Conselho de Leitores da Folha da Região e acabou virando estagiário da Redação.

Um dia, por um desses problemas bobos da vida, discutimos seriamente. Chateado, ele decidiu pedir demissão. Esse rapaz tinha uma personalidade forte - e eu sou chato por natureza. Então, a gente ficou sem conversar.

Mas não durou muito tempo. A gente voltou a se encontrar no Unitoledo, onde dou aula, e nossa amizade voltou mais forte do que nunca. Melhor ainda: ele passou a ser estagiário do laboratório de Jornalismo, me ajudando em todas as aulas. Não me chamava mais de Zé, como fazem os amigos, mas apenas de "professor".

Por ironia do destino, esse rapaz se apaixonou por informática, internet, montou seu blog e vivia me mostrando suas proezas no mundo digital. Um dia, me emocionou. Disse que planejava ser professor e que daria aulas de jornalimo on-line, como eu. Por isso, acompanhava atentamente minhas aulas para aprender... Isso foi golpe baixo do destino...

Nesta quinta-feira, feriado, estou em casa quando recebo uma ligação de uma moça muito emocionada. Ela me contou que o Alex Cardoso - ou Aledoso, como chamavam os amigos -, aquele futuro professor de jornalismo on-line que eu admirava tanto, nos deixou de repente, sem ao menos se despedir.

Estou chocado, emocionado, revoltado... Como que um garoto tão jovem, com um futuro promissor pela frente, morre assim de parada cardiorrespiratória!!!!? O que é isso, meu Deus!!!?

Estou escrevendo esta mensagem antes de ir ao velório do meu amigo e aluno. Vou dar o meu último adeus a um menino tão inteligente que vai deixar um buraco danado em nossas vidas... Como é que eu vou entrar naquele laboratório, olhar para a mesa do Marcos Elia e não ver mais o Aledoso!!!??

Dizem que tudo que é bom nesta vida dura o tempo suficiente para se tornar inesquecível. Tenho certeza de que nunca vou me esquecer do Alex.

PS: Meu amigo Alex tinha um blog e escrevia lá seus pensamentos. Soube que ele estava muito apaixonado... O endeço é http://aledoso.zip.net. Reproduzo abaixo seu último post:

Esperança

"Quando tudo está perdido, sempre existe um caminho. Quando tudo está perdido, sempre existe uma luz. Mas não me diga isso. Hoje a tristeza não é passageira. Hoje fique com febre a tarde inteira. E quando chegar a noite cada estrela parecerá uma lágrima". Dado Villa-Lobos, Renato Russo, Marcelo Bonfá

Às vezes tudo parece se perder, nas sombras do tempo. Mas nada poderá lhe tirar o sorriso que eu dou a você. Sempre existirá uma resposta para tudo o que me perguntar. Porém, se eu me negar a dizer, repreenda-me. Hoje os nossos sorrisos valem mais que a riqueza dos homens.

Deixe de lado a tristeza e vem comingo para um lugar especial, onde poderemos nos abraçar e lembrar de como a vida é descomplicada. Todas as noites quando vou dormir, lembro de você a cada minuto. Contento-me em ser seu amigo, contudo, fique sabendo que é de seu amor de amante que não quero abrir mão.

Quero dividir algo de muito importante, pois é a pessoa a qual merece meu respeito e minha atenção. Depois da incerteza a reflexão não deixa surgirem dúvidas. E não foi pela última vez que se ouviu dizer, sinceramente, "eu te amo". Enquanto houver gente sã, haverá esperança. Enquanto houver gente feliz, haverá esperança. Enquanto houver gente amando, haverá esperança. Enquanto houver gente sorrindo, haverá esperança.
Nelsinho Júnior, torcedor do Tigrão

Encontrei a foto ao lado no Orkut do meu amigo-irmão Nelson Júnior e fiquei muito feliz. Foi feita durante um churrasco em sua casa, onde tive uma conversa muito legal com o paizão dele, regada a carne e uísque.

E olha a camiseta do Nelsinho: é o uniforme do nosso glorioso Tigrão, time do meu amigo Nei Giron.

Gostei tanto da foto que já postei em tudo quanto é lugar: no meu Orkut, no MSN, aqui no blog... rs rs

O Nelsinho é mais do que um amigo, é quase um irmão, um filho. Não me canso de homenageá-lo aqui, porque merece. Sem contar o grande profissional de TV que é.
Destination Calabria (Alex Gaudino)

O vídeo abaixo é a melhor apresentação de uma banda formada só por mulheres - e que mulheres! - que já vi na minha vida. Quem uniformes!!! Quem dança!! Que tudo!!

Encontrei no orkut da minha amiga Fernanda Tobias e fiquei imobilizado com a música - e com as meninas, é claro. Sabia que verde é minha cor predileta!! rs rs

Fiquei com peninha delas quando estavam cansadas e decidiram se sentar à vontade ou jogar água no corpo...

Assista, assista, assista!!!

Melô dos Quatis

Sabe aquela música boba que você canta em uma reunião de amigos, alguém grava e coloca na internet, e acaba virando febre? Pois é, aconteceu com um sujeito muito criativo que fez uma versão da música "I Want to Break Free", do Queen.

O vídeo é muito engraçado e foi enviado por meu amigo Juliano Silva, de Andradina. A parte chata é a pirralha que fica metendo a mão toda hora nas cordas do violão do nosso artista e ninguém faz nada. Cascudo na cabeça serve para essas horas... rs rs



Ficou com vontade de ver o vídeo original do Queen? Então, curte aí:

Piadinha de boteco

Alguém escreve na parece suja de um boteco:

"Eu transei com a sua mãe!"

Alguém responde a mensagem, logo embaixo:

"Vai pra casa, pai, você tá de fogo outra vez"
Blog de visual novo

O Blog do Zemarcos está de visual novo. Tirei algumas coisas, incluí outras, destaquei meus vídeos e podcast, aumentei o tamanho da fonte para facilitar a leitura, enfim, tentei deixá-lo um pouco mais moderno.

Já me zoaram, dizendo que estou muito gay na foto ao lado do título. Outros dizem que gostaram, inclusive minha amada-amante Luci Neide. Bem, não se pode agradar todos... rs rs

Espero que você goste.
Araçatuba perde o jornalista Mituo Ishy

Quem é fã de esportes conhecia muito bem o trabalho do jornalista e radialista Mituo Ishy, que morreu neste domingo (11), aos 71 anos, em sua casa, vítima de um AVC (Acidente Vascular Cerebral). Ele trabalhava atualmente no jornal "O Liberal Regional", depois de atuar no extinto Jornal da Cidade.

Mituo era um dos profissionais mais antigos da área em Araçatuba. A foto que reproduzo ao lado foi publicada, em 1999, no livro "Cultura e lazer na região de Birigüi e Araçatuba sob a ótica dos jornalistas locais", um trabalho do Sesc.

Não o conheci pessoalmente, mas deixo aqui meus sentimentos à sua família e aos vários amigos que deixou nesta longa carreira.

Seu corpo está sendo velado no Memorial Pax, ao lado do cemitério da Saudade, e será sepultado nesta segunda-feira (12), no cemitério Recanto de Paz, às 10h.
O Código Da Vinci

Terminei neste domingo (11) de ler o livro "O Código Da Vinci", de Dan Brown, com mais de 400 páginas. Fiz o inverso. Li o livro depois de assistir ao filme protagonizado por Tom Hanks, em 2006.

Achei os dois sensacionais, mas o livro é muito mais completo, cheio de detalhes, como bem disse meu amigo Fernando Lemos. A história é muito intrigante e o autor afirma que todos os documentos contidos em sua obra são verdadeiros.

Quem é católico, como eu, precisa refletir muito, pois a divindade de Jesus é colocada em xeque. Ele seria um ser humano comum, que foi casado com Maria Madalena, que estava grávida quando o marido foi morto, crucificado.

Se isso realmente aconteceu, minha admiração por Ele é ainda maior, pois era alguém de carne e osso como eu e você.

Em nenhum momento o livro ou o filme rebaixam o que Jesus fez. Mas a Igreja Católica é apontada como uma grande farsa, que transformou um homem tão especial em um ser divino.

Tenho minha opinião formada a respeito, mas prefiro não discutir aqui. É algo pessoal.

Decidi escrever apenas para recomendar as duas obras: o livro e o filme.

Abra sua mente e leia/assista essa versão da história em uma obra de ficção. Depois, reflita e tire as próprias conclusões.

Assista, abaixo, ao trailer do filme, com legendas em português:

[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]



Volte sempre ao Blog do Zemarcos


Bem-vindo ao Blog do Zemarcos
José Marcos Taveira, autor deste blog, é jornalista e professor universitário em Araçatuba/SP.



Google


Faça parte de nossa comunidade no Orkut

Blog legal indicado pelo UOL

Links & Sites







Mensagens antigas deste blog
Mensagens antigas do blog, separadas semanalmente.
Sites e blogs indicados por
este blogueiro.


Indique este blog
Indique este blog
e ajude a divulgá-lo.









Divulgue seu blog!


Visitante número: